Como saber se a pílula do dia seguinte funcionou? - Arte no Papel Online
Curso Farmácia Material para estudos Profissionais de saúde Saúde
Como saber se a pílula do dia seguinte funcionou?

Como saber se a pílula do dia seguinte funcionou?

Curso Farmácia Material para estudos Profissionais de saúde Saúde

DESCRIÇÃO

A pílula do dia seguinte tem como principio ativo o Levonorgestrel que é um fármaco usado em contraceptivos hormonais de 2ª geração. É um tipo de progesterona sintética, um contraceptivo de emergência e deve ser tomado no máximo em 72 horas após a relação sexual. Ela é chamada de pilula de emergência , e só deve ser utilizado apenas de modo esporádico, por acidente após uma relação sexual desprotegida.


 O que a pilula do dia seguinte faz é inibir a ovulação, entretanto, não funciona como método abortivo. Sendo assim, não tem eficácia alguma caso o espermatozoide tenha fecundado o óvulo. Entenda um pouco mais sobre como tomar a pílula do dia seguinte, marcas comerciais e outras dúvidas sobre este medicamento.


O que é a pílula do dia seguinte?

A pílula do dia seguinte é um  método contraceptivo de emergência,  ou seja  só deve ser utilizada em ultimo caso,após sexo desprotegido, falha com o anticoncepcional por esquecimento, violência sexual ou falha do preservativo , como a ruptura da camisinha, por exemplo. Dessa forma , servindo para impedir uma gravidez indesejada.


Quais são os tipos de pílulas ?

Existem varias apresentações com nomes comercias e diferentes laboratórios que fabricam a pílula do dia seguinte, más todas possuem o mesmo principio ativo que é o levonorgestrel que pode ser comprada em uma cartela com um único comprimido composto com 1,5 mg de levonorgestrel ou uma cartela contendo dois comprimidos de 0,75 mg da substância em cada um. Ao tomar os dois no total a dosagem será a mesma de 1,5 mg. Não existindo diferença entre os dois tipos de pílula.


Como a pílula do dia seguinte funciona?


O medicamento pode prevenir a gravidez de várias maneiras. Se a mulher ainda não ovulou, seu comportamento retardará a ovulação e engrossará o muco cervical (a secreção de líquido que encharca a trompa e o útero), dificultando a chegada do esperma ao óvulo. 

A pílula evita a ovulação da mulher e impede que o espermatozoide se una ao óvulo. Se a união já ocorreu, mas o ovo ainda não se fixou no útero, a pílula também atua. Más, se já houve fixação do ovo no útero, a pílula já não pode fazer efeito e a gravidez está estabelecida.

Além de agir alterando a motilidade dos espermatozoides (ou seja, reduzindo a capacidade do espermatozóide de se mover para o óvulo), a pílula também deixa o revestimento do útero, o endométrio, e quase nunca aceita a gravidez. 

É importante ressaltar que os anticoncepcionais de emergência não são abortivos, podem prevenir a formação de embriões, mas se você está grávida não pode interromper a gravidez


Pílula do dia seguinte: como tomar?

  • Dose única: Nesse método contém apenas uma pílula de levonorgestrel de 1,5 mg , que deve ser ingerida de até, no máximo, 72 horas após a relação sexual.

  • Dois comprimidos: Nessa apresentação este tipo a pílula do dia seguinte é caracterizado por dois comprimidos contendo 0,75 mg cada, que devem ser tomados de 12 em 12 horas. Assim como na dose única, o primeiro comprimido da dose dupla também deve ser tomado até de no máximo três dias após o sexo desprotegido.


– Efeitos colaterais


Devido a alta dose de hormônio o uso da pilula do dia seguinte pode causar alguns efeitos colaterais, tais como:


  • Enjoo

  • Diarreia.

  • Dor de cabeça.

  • Acne;

  • Náuseas e vômitos

  • Dor abdominal.

  • Sangramento fora do período menstrual.

  • Sensibilidade nos seios.

  • Menstruação com fluxos irregulares atraso ou adiantamento o período.


Contraindicações


A pilula do dia seguinte deve ser usada apenas com um método emergencial  pois possui uma alta concentração de hormônios e não se pode ser usada durante a gravidez. Também é contra indicada em mulheres que estejam amamentando ou quando houver sangramento genital anormal de origem desconhecida.

  • Pessoas que possuam hipersensibilidade a formula . 

  • Mulheres com  doenças de base devem ter cautela ao fazer uso desse método. 


Como saber se a pílula do dia seguinte funcionou mesmo? 


Tomar as pílulas corretamente é essencial para garantir sua eficácia. Quanto antes a pílula do dia seguinte for ingerida, maior será a sua eficiência. Nas primeiras 24 horas após o sexo desprotegido, a taxa efetiva da pílula chega a 98%, com o tempo, essa eficiência diminui. 


A eficacia também pode ser diminuída por outros fatores, diarreias ou  crises de vômito após a ingestão da pilula.  



É indicado esperar de 15 a 30 dias para saber se a pílula funcionou.  A menstruação é a chave para saber se está grávida ou não . Caso a menstruação não tenha vindo de maneira normal durante esse período, é recomendado fazer um teste de gravidez ou realização de um exame Beta HCG.


Marcas comerciais e apresentações mais conhecidas : 


  • Hora H uno 1,5mg, caixa com 1 comprimido

  • Diad 0,75mg, caixa com 2 comprimidos

  • Pilem 0,75mg, caixa com 2 comprimidos

  • Pozato Uni 1,5mg, caixa com 1 comprimido revestido

  • Poslov 1,5mg, caixa com 1 comprimido

  • Dopo 0,75mg, caixa com 2 comprimidos

  • Postinor-2 0,75mg, caixa contendo 2 comprimidos

0 AVALIAÇÕES:

Comentários

cookieIfy (2).txt Exibindo cookieIfy (2).txt…