IMPORTANCIA DOS MOVIMENTOS GASTROINTESTINAIS - Arte no Papel Online
Atividade Contextualizada Faculdade Farmácia Fisiologia humana
IMPORTANCIA DOS MOVIMENTOS GASTROINTESTINAIS

IMPORTANCIA DOS MOVIMENTOS GASTROINTESTINAIS

Atividade Contextualizada Faculdade Farmácia Fisiologia humana

DESCRIÇÃO



A acalasia de esôfago é uma doença rara da infância, geralmente de origem desconhecida. Os principais sintomas são refluxo, vômitos característicos do esôfago, dificuldade para engolir e perda de peso. O diagnóstico é feito pela angiografia do esôfago, endoscopia e, mais precisamente, pela medição da pressão esofágica. O tratamento de escolha é a miocardiotomia de Heller com ou sem válvula anti-refluxo. A expansão endoscópica do balão e a toxina botulínica foram descritas como opções de tratamento.

A importância da movimentação gastrointestinal: fazer com que o alimento se mova pelos órgãos internos a uma velocidade compatível com sua digestão e absorção, de forma que o alimento seja misturado às secreções gastrointestinais, digerido e colocado em contato com a parede intestinal para manter a saúde do trato digestivo. Embora a comida seja importante para a manutenção da saúde humana, o funcionamento adequado do processo digestivo também é importante.

Movimentos gastrointestinais 

Dois tipos de movimento ocorrem apenas no trato gastrointestinal: movimento de empurrar, para que o alimento seja digerido e processado na velocidade adequada, e de absorção, bem como o movimento da mistura, para que o conteúdo do intestinal seja sempre seguro e confiável

  • Movimento propulsivo - peristaltismo - para manter os alimentos se movendo ao longo do trato gastrointestinal.
  • Movimentos de Mistura - misturam  o conteúdo alimentar com  as  secreções  digestivas.

Os impulsos nervosos no plexo nervoso são causados ​​por mecanismos peristálticos. Quando o plexo nervoso é estimulado, ele gera sinais em todos os órgãos internos, e a diferença nos órgãos internos pode causar peristaltismo

O sistema nervoso autônomo é responsável pelo trato gastrointestinal com componentes externos e internos. O sistema nervoso energético é chamado de componentes intrínsecos. Eles existem na submucosa e no plexo muscular. A primeira etapa é a digestão mecânica da mastigação, que destrói os alimentos, separando os alimentos e os misturando com a saliva, tornando-os lubrificados e quimicamente gerados digestão. Os nervos simpático e parassimpático do trato gastrointestinal são chamados de componentes extrínsecos.

A deglutição é um processo voluntário e involuntário e irá reduzir o processo voluntário no final da faringe. A deglutição é dividida em 3 etapas: O 1, faringe e esôfago. A função do esfíncter é controlar o fluxo sanguíneo retrógrado, gerenciar a relação entre os músculos do esôfago, estômago e diafragma e o refluxo.

https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572004000800016

0 AVALIAÇÕES:

Comentários