TDAH x Ritalina - mitos e verdades em PDF

 

Dissipando mitos e revelando verdades sobre TDAH e Ritalina


O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um transtorno do neurodesenvolvimento que afeta milhões de pessoas em todo o mundo e seus sintomas podem ter um impacto significativo na vida diária. A Ritalina, um medicamento comumente prescrito para tratar o TDAH, tem sido objeto de controvérsia e debate. 


Compreender o TDAH é um distúrbio do neurodesenvolvimento caracterizado por sintomas de desatenção, hiperatividade e impulsividade. Esses sintomas podem se manifestar de várias maneiras, incluindo dificuldade de concentração, esquecimento, inquietação e interrupção de outras pessoas. 


O TDAH afeta pessoas de todas as idades, mas é mais comumente diagnosticado em crianças e adolescentes. De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), aproximadamente 6,1 milhões de crianças nos Estados Unidos foram diagnosticadas com TDAH, tornando-o um dos transtornos infantis mais prevalentes.


Compreendendo o TDAH

Definição e sintomas de TDAH

Prevalência e demografia do TDAH

Causas e fatores de risco do TDAH

Ritalina como tratamento para TDAH

O que é Ritalina e como funciona?

Eficácia e segurança da Ritalina

Equívocos e preocupações comuns sobre o uso de Ritalina

A controvérsia em torno do uso de Ritalina para TDAH

Críticas ao uso de Ritalina para tratamento de TDAH

Debates sobre o sobrediagnóstico e a sobremedicação do TDAH

Considerações éticas e preocupações sobre o uso de Ritalina em crianças

Compreender o mecanismo de ação da ritalina no tratamento dos sintomas de TDAH.

Os benefícios do uso de ritalina para tratar sintomas de TDAH.

Potenciais efeitos colaterais e riscos do uso de ritalina no tratamento de TDAH.



Definição e sintomas de TDAH

Compreendendo o TDAH: definição e sintomas


O TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) é um transtorno neurobiológico de causa genética que se manifesta na infância e pode persistir na vida adulta. Existem três tipos de TDAH: predominantemente desatento, predominantemente hiperativo/impulsivo e combinado. 


O diagnóstico é feito com base em critérios clínicos e envolve uma avaliação cuidadosa dos sintomas[3]. O TDAH é caracterizado por sintomas de desatenção, hiperatividade e impulsividade, que podem ocorrer em combinação ou isoladamente. As alterações no lobo frontal do cérebro e suas conexões com o resto do cérebro são consideradas uma das principais causas do TDAH.


Os sintomas do TDAH em crianças e adultos variam, mas geralmente incluem dificuldade em prestar atenção, hiperatividade e impulsividade. O diagnóstico do tipo hiperativo/impulsivo é feito quando uma pessoa apresenta pelo menos 6 dos seguintes sintomas: inquietação, dificuldade em ficar sentado, excesso de fala, dificuldade em esperar uma vez, interrupção de outras pessoas e impulsividade. 


Já o tipo predominantemente desatento é caracterizado por sintomas como dificuldade em prestar atenção em detalhes, parecer não ouvir quando ele fala diretamente, dificuldade em seguir instruções, perder coisas com frequência e esquecer-se de atividades cotidianas. Os sintomas em adultos podem incluir dificuldade em concentração, agitação, distração e atitudes impulsivas.


O TDAH está frequentemente associado a outras condições médicas e psiquiátricas, conhecidas como comorbidades. Alguns exemplos comuns incluem transtornos de ansiedade, transtornos de humor, transtornos de aprendizagem (como dislexia e discalculia) e transtornos disruptivos de comportamento (como transtorno positivo desafiador). 


Além disso, o TDAH também está associado a um aumento na prevalência de transtornos de uso de substâncias, como dependência de álcool e drogas. É importante lembrar que o diagnóstico e o tratamento adequado do TDAH e de suas comorbidades podem ajudar a melhorar a qualidade de vida das pessoas afetadas.


Explorando a eficácia da Ritalina no tratamento dos sintomas de TDAH: mecanismo de ação e benefícios

Compreender o mecanismo de ação da ritalina no tratamento dos sintomas de TDAH.


O princípio ativo da Ritalina é o cloridrato de metilfenidato, medicamento que atua estimulando o sistema nervoso central. Para o TDAH, este medicamento atua melhorando a atividade cerebral menos ativa, melhorando a atenção e a concentração e reduzindo a impulsividade .

A Ritalina é um medicamento usado para tratar o transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), uma condição comportamental que afeta crianças, adolescentes e adultos. Os sintomas mais comuns incluem desatenção, comportamento inquieto e impulsividade.


Referências

Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade – TDAH. (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de bvsms.saude.gov.br

Transtorno de deficit de atenção/hiperatividade (TDA, TDAH). (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de www.msdmanuals.com

Resumo sobre definição e sintomas do TDAH - Sanar. (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de www.sanarmed.com/tdah

O que é TDAH. (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de tdah.org.br/sobre-tdah/o-que-e-tdah/

Principais sintomas do TDAH em adultos e crianças. (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de centraldeconsultas.med.br

Conheça os diferentes tipos de TDAH e como identificar. (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de institutoneurosaber.com.br

TDAH: conheça os sintomas, causas e tratamento. (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de zenklub.com.br

10 sinais de TDAH em adultos e em crianças. (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de mundoeducacao.uol.com.br

Comorbidades do transtorno de déficit de atenção e .... (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de www.scielo.br/j/anp/a/FP7Q6BNPQBpPBSgzLQNPVQz/?lang=pt

O que fazer quando o TDAH está associado a outros .... (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de www.eufoco.com.br

Ritalina: para que serve, como tomar e mais. (n.d.) Recuperado January 25, 2024, de www.panvel.com/blog/tudo-sobre-medicamentos/ritalina/



CLIQUE AQUI PARA VISUALIZAR > TDAH x Ritalina - mitos e verdades em PDF https://drive.google.com/file/d/130Gt-ifwdLhk6-OatXT-CMeBsQkzP1TM/view?usp=sharing





Nenhum comentário:

Postar um comentário